1º de maio classista: dia de luta, dia dos trabalhadores

Dia 1º de maio é, desde 1889, o dia dos trabalhadores. E para marcar esta data, centenas de trabalhadores alagoanos, organizados em centrais sindicais, entidades e partidos políticos, foram às ruas para protestaram contra os ataques que vem sofrendo por parte do governo estadual (Téo Vilela – PSDB). O ato fez parte da Jornada de Lutas em Defesa de Alagoas, e teve como dirigentes majoritários a CUT e o PT. 

Nem mesmo a forte chuva conseguiu afastar as bandeiras e palavras de ordem que tomaram conta da orla de Maceió. O PSTU esteve, mais uma vez, presente às mobilizações dos trabalhadores; destacando que não devemos deixar que os direitos desta classe sejam negociados.
 
O governo de Teo Vilela ataca constantemente os trabalhadores de todos os setores. A educação está há 15 anos em caráter de emergência e nada é feito para que este problema seja solucionado; a saúde levanta todas as vozes contra a privatização do Hospital Universitário (Ebserh); a questão da segurança pública é tratada de maneira superficial, o plano “Brasil mais seguro”, que tem Alagoas como cobaia, mata a nossa juventude negra e pobre.
 
A crítica ao governo federal não foi esquecida. Algumas falas abordaram os ataques que o governo Dilma (PT) vem realizando contra os trabalhadores. Como a fala do militante do PSTU/AL, Paulo Bob, que lembrou que o setor petroquímico clama por uma Petrobrás 100% estatal e pelo fim dos leilões de petróleo (que teve novas datas divulgadas por Dilma) e por uma Petrobrás 100% estatal. Os direitos não podem ser flexibilizados, o que irá acontecer se o Acordo Coletivo Especial (ACE) virar realidade. Precisamos ficar atentos aos ataques que vem de todos os lados.
 
O PSTU estará sempre ao lado dos trabalhadores, na luta por uma sociedade organizada por eles. “Precisamos cobrar dos governantes o respeito aos trabalhadores. Precisamos defender os nossos direitos e lutar por eles. No último dia 24, mais de 25 mil pessoas foram a Brasília dizer não aos ataques do governo PT; vamos fazer eco a este movimento. Nós do PSTU somos contra o ACE e defendemos todas as lutas dos trabalhadores”, destacou Paulo Bob, presidente estadual do PSTU/AL.
 
 
 
Confira a galeria de fotos!
 









 

Nenhum comentário:

Postar um comentário