PSTU/AL quer debater com a sociedade alagoana

Nesta sexta-feira (28), o PSTU/AL realizará a mesa “Nossa luta não é só por R$ 0,55”, que debaterá os atos que sacudiram todo o Brasil. Este espaço acontecerá às 18 horas, na Sede do PSTU/AL, na Rua 13 de Maio, nº 75, no Poço. Estarão na mesa o presidente estadual do partido, Paulo Bob e os militantes Wibsson Ribeiro e Laís Cavalcante.

No dia 17 de junho, Maceió viveu o que há muito não se via. Cerca de 5 mil pessoas pararam as ruas da capital, lutando por condições dignas de vida. E vimos esta cena se repetir no dia 20 do mesmo mês, onde mais de 20 mil pessoas entoaram palavras de ordem.

E esses atos não acabaram e começam a inserir as demandas dos movimentos sociais e dos trabalhadores nas manifestações. Vamos às ruas gritar que não é apenas por 0,55 centavos, mas também pela: redução da jornada de trabalho, estatização dos transportes públicos, pelo passe livre para estudantes e desempregados, pela reforma agrária e urbana, aumentos de salários, 10% PIB para educação publica já, 2% do PIB para o transporte público, 6% do PIB para a saúde pública, pela suspensão dos leilões do petróleo! Petrobrás 100% estatal. Além das pautas regionais: concurso público para educação e saúde, fim da dupla função motorista – cobrador, fim das isenções fiscais aos usineiros, por uma política cultural democrática em Alagoas.

Venha debater com o PSTU.


Nenhum comentário:

Postar um comentário